16°C 18°C
Registro, SP
Publicidade

A Linha dos Malandros na Umbanda 

Os espíritos que se apresentam na Umbanda dentro da linha de Malandros vêm nos ensinar a flexibilidade. 

19/04/2024 às 11h19 Atualizada em 22/04/2024 às 12h17
Por: Marcella Pupo - Sacerdotisa e Dirigente de Umbanda
Compartilhe:
A Linha dos Malandros na Umbanda 

A Umbanda é uma religião rica em diversidade e expressão espiritual, e uma das suas linhas de trabalho mais intrigantes é a dos Malandros. Esta linha é frequentemente mal-entendida e cercada por estereótipos, mas uma análise mais profunda revela a sua verdadeira essência e o papel vital que desempenha na prática religiosa.
Os espíritos que se apresentam na Umbanda dentro da linha de Malandros vêm nos ensinar a flexibilidade.
Sua capacidade de adaptação diante dos obstáculos, o jogo de cintura e o bom humor são suas " armas" mais poderosas!
Os malandros nos auxiliam que, através dos sentimentos de fé na vida e em si mesmo, do equilíbrio das emoções, dos pensamentos e dos sentimentos podemos alcançar nossos sonhos.
Isso ocorre porque, em algum momento das suas existências, eles vivenciaram tudo isso e agora podem nos auxiliares.
Os Malandros nos ensinam que a vida é feita de experiências e todos visam nos ensinar algo de positivo.
Para o Malandro na Umbanda não há obstáculos insuperáveis, pois as transformações provêm de renovação e evoluções constantes.

Origens e Regência
A Linha dos Malandros é relativamente recente na Umbanda e tem suas raízes nas experiências de vida dos espíritos que a compõem. Estes espíritos, conhecidos por sua astúcia e habilidade de superar adversidades, são regidos principalmente por Pai Ogum. Eles trazem consigo a força da fé e a resiliência diante dos desafios, simbolizando a capacidade de sempre encontrar um caminho para a melhoria e a superação.

Desmistificando os Malandros
Contrariamente à imagem popular de figuras associadas a comportamentos desordeiros ou vícios, os Malandros na Umbanda são guias de trabalho sérios e comprometidos1. Eles estão intimamente ligados a questões sociais e oferecem conselhos e apoio para problemas reais, como vícios, relacionamentos e desafios emocionais1. A sua presença nos terreiros é para trabalhar, para ajudar e para guiar, não para perpetuar estereótipos negativos.

A Missão Espiritual dos Malandros
Os Malandros são espíritos que, apesar de terem enfrentado dificuldades extremas em vida, nunca perderam a fé. Eles são exemplos de superação e ensinam a importância de manter a esperança e a alegria, mesmo nas circunstâncias mais desafiadoras1. No terreiro, eles são especialistas em curas, abrir caminhos, desmanchar magias ruins e oferecer proteção2.

Conclusão
A Linha dos Malandros na Umbanda é um lembrete poderoso de que a espiritualidade pode emergir das condições mais adversas. Ela nos ensina que a fé, a flexibilidade e a força social são ferramentas poderosas para a transformação pessoal e coletiva. Ao abraçarmos a verdadeira natureza dos Malandros, podemos aprender a encarar a vida com mais leveza, humor e sabedoria.

Nomes de alguns Malandros:
Zé Pelintra
Zé Pretinho  
Zé do Morro
Zé Pereira
Zé de Léguas  
Malandrinho
Zé da estrada
Camisa Vermelha
Camisa listrada
Zé Navalha
Maria Navalha
Maria do Cais
Zé do Cais etc.

Trono:  Lei
Regência Principal: Ampla, tanto à direita quanto à esquerda.
Campo de atuação: Limpeza energética, purificação e equilíbrio,  corte de magias negativas e abertura de caminhos para a prosperidade. Cores: Branco/vermelho, branco/preto,  preto/vermelho.
Ervas: Quebra demanda, arruda, guiné, jasmim, folha de laranja, limão,  pitanga, café etc.
Flores: Cravos vermelhos e brancos, rosas e flores brancas e vermelhas.
Bebidas: Conhaque, cerveja, cachaça,  entre outras. 

Saudação: Salve os Malandros, Salve a Malandragem. 

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Registro - SP
Sobre o município
Registro é um município do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, que tem cerca de 56 mil habitantes. A cidade foi fundada em 1934 e tem origem na fiscalização do ouro explorado no Alto Ribeira, no século XVII. Registro é conhecida como a capital do chá e do vale do Ribeira, por sua diversidade cultural e econômica. A cidade também é o marco da colonização japonesa no estado de São Paulo, pois foi a primeira a receber imigrantes japoneses interessados em produção própria.
Ver notícias
Registro, SP
16°
Tempo nublado

Mín. 16° Máx. 18°

16° Sensação
0.23km/h Vento
99% Umidade
100% (1.24mm) Chance de chuva
06h54 Nascer do sol
05h39 Pôr do sol
Ter 18° 15°
Qua 21° 15°
Qui 26° 15°
Sex 24° 15°
Sáb 24° 13°
Atualizado às 04h05
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade